Tuesday, March 19, 2013

VALE DO ANHANGABAU


O Vale do Anhangabaú, principalmente o lado leste, sofreu várias mudanças durante do século XX. Veja o que aconteceu com o 'cartão-postal' de São Paulo. As mudanças, as vezes, eram catastróficas, como a demolição desses dois palacetes. Outras vezes foram interessantes, como a 'nivelação' do Vale em si. Até que em meados dos anos 1960, a coisa degringolou de vez e o 'cartão-postal' foi, finalmente, destruído totalmente com a construção do tal Edifício Grande-São-Paulo e seu 'irmão'. Enterrou-se tudo aí. O advento da Ditadura Militar em 1964, sem dúvida, contribuiu para a total idiotização das autoridades urbanas. 

o Palacete do Conde de Prates e a Câmara Municipal de São Paulo eram ligados por uma via em curva que saía da rua Líbero Badaró e voltava a ela mesma. Dos anos 1940 a Prefeitura resolveu nivelar tudo para fazer aí a Rua Formosa.
provavelmente década de 1930, já que o Martinelli (1928) já estava completado. Note o nome do ator hollywoodiano Wallace Beery no topo do Martinelli; talvez propaganda de algum filme estrelado por ele. Casa Kosmos também anuncia na parede da direita.
foto do Automóvel Club... com automóveis enfileirados em sua frente...
1947.
1953 - o predio do Banco do Brasil ainda não tinha terminado (inaugurado em 1954). A retificação (nivelação) da Rua Formosa já estava pronta, já que escavaram a terra que havia em frente da Câmara Municipal, fazendo alí uma calçada, ficando tudo ao nivel do prédio do Cine Dom Pedro II. Note as letras gigantescas de GOOMTEX - aparentemente eram capas-de-chuva de uma fabrica da rua José Paulino - e a garrafa de Coca Cola lá no topo.
Cine D. Pedro II.
O edifício que abrigava o Cine Dom Pedro II, foi construído por Felisberto Ranzini, principal projetista do escritório Ramos de Azevedo. Inaugurado em 1930, possuía diversos salões de baile, escritórios e lojas, tendo sediado a Bolsa de Mercadorias. Derrubado em 1963 para construção do edifício Grande São Paulo e seu 'irmão', acabando assim com o 'cartão-postal' de São Paulo. Seria o equivalente a construir um painel em frente do Christo Redemptor no Rio. Paulista é burro!
18 Julho 1930 - anúncio de reprise de 'Metrópolis' de Fritz Lang no Cine Pedro II, no Parque do Anhangabaú.
'Melodia de arrabalde' com Carlos Gardel & Imperio Argentino em 21 Janeiro 1934.
anúncio n' O Estado de S.Paulo de 21 Janeiro 1934.
Anúncio de 'A vingança que se desvanece' no Cine Dom Pedro II em 1952. 
Mais uma foto do edifício Grande São Paulo, dessa vez em 1928, com o edifício Martinelli já encorpando quase que toda sua extensão final. São Paulo não era New York, mas também impressionava.
1950.

Foto tirada do topo do Banco do Brasil em 1954, tendo a rua São Bento à esquerda e a Libero Badaró à direita. Vendo-se o Othon Palace Hotel quase pronto (inauguraria em 1954 mesmo) e o Conde de Prates nem começado ainda. Esse anúncio da Coca Cola ficava no topo do Edifício Martinelli. Note que a garrafa de Coca ou está em construção ou 'destruição'. 
1959, provavelmente.
same place circa 1928 with Edificio Martinelli being the only one sticking up, looming over the others...
1963?
1963.
1947.


Praça da Bandeira in the 1970s.
Foto de 1959, provavelmente. O prédio contíguo ao Banco de Boston já tinha sido demolido. O prédio do Cine Dom Pedro II estava ainda imponente com enorme neon do Extrato de Tomate Peixe. O casarão da Câmara Municipal ainda estava lá. Os ônibus da CMTC eram vermelhos e os abrigos para passageiros estavam todos intactos ainda. 
O prédio do antigo Cine Dom Pedro II já tinha sido demolido e aquele prédio horrivel (onde se lê Cipra em fundo amarelo) já estava quase pronto.
Essa foto deve ter sido tirada no mesmo dia que a anterior, pois o edifício atrás do Banco de Boston está ainda inacabado.
O prédio contíguo ao Banco de Boston já estava completado. O prédio do Cine Dom Pedro II já tinha sido demolido,  mas a Câmara Municipal ainda estava lá. Deve ser 1962 ou 1963.

3 comments:

  1. Comecei trabalhar no Correio Geral em 1962 e conheci oVale do Anhangabaú antigo com as edificaçõas antigas que foram demolidas paraconstrução do ed são paulo eram dois palacios um a camara municipal na R libero Badaró a vista muito linda do vale antigo

    ReplyDelete
  2. Que bom, Jose Xavier, que você ainda viu tudo isso. Eu vim morar em São Paulo em 1960 e a Câmara Municipal já NÃO existia... em seu lugar já estava imponente o tal de Edificio Conde Prates, onde havia um Tabelião, que a gente tinha que ir para 'RECONHECER FIRMAS', que era uma maneira de extorquir a população pobre que tinha que pagar essas taxas para poder matricular seus fihos no Ginasio etc.

    ReplyDelete
  3. Ótimas fotos que documentam como São Paulo já foi bem organizada em Arquitetura, Urbanização. Em matéria de Anúncios, nunca tivemos um bom controle sobre tamanhos, lugares. Só os Neons dos anúncios eram de visual interessante.....

    ReplyDelete